FESTA DOS PACIENTES DO HOSPITAL INFANTIL

Depois de passar por testes com pacientes do Hospital Universitário, da Universidade Federal de Santa Catarina, as crianças do Hospital Infantil Joana de Gusmão, de Florianópolis, também degustaram o complemento alimentar, desenvolvido pela YPY Sorvetes Premium em parceria com o Departamento de Nutrição da UFSC.

A distribuição fez parte da festa de Páscoa do Hospital Infantil neste ano. Além do sabor, o sorvete é saudável, sem glúten e com alto teor de proteína, por isso, é chamado de complemento alimentar, e poderá ser utilizado na dieta dos pacientes em tratamento de câncer. A criançada aprovou o sabor e a textura. Afinal, quem não gosta de adoçar um pouco a vida com produtos saudáveis? No rostinho e sorriso de cada criança, a resposta.

COMPLEMENTO ALIMENTAR À VENDA

A linha de complemento alimentar, nos sabores de limão, morango e chocolate, já está provada e aprovada pelos pacientes que fizeram os testes na ala oncológica do Hospital Universitário, da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis. As embalagens personalizadas, que vão apresentar o produto aos consumidores, também já estão prontas. Em breve, o complemento vai chegar ao mercado para atender, especialmente, o paladar das pessoas que estão em tratamento médico. Ele poderá ser mais um diferencial na dieta de pacientes.

A rede de lojas Panvel será o primeiro ponto de comercialização do produto. Hoje a YPY Sorvetes Premium já está com freezers das linhas em palito e no pote em seis lojas em Porto Alegre, e cinco em Curitiba, o que comprova que é possível comercializar os nossos produtos em qualquer lugar. Afinal, YPY tem qualidade, sabor e é muito saudável, e agora tem também o complemento alimentar.

APROVADO PELA CAROLINA

Para quem prova o complemento alimentar, vem junto com o sabor a satisfação em comer algo saudável e que vai auxiliar na alimentação. É assim que a Carolina Gilda Martins, de 31 anos, tem reagido sempre que a dieta hospitalar chega no quarto com o potinho de delícias da YPY. Há seis meses, ela trata um câncer no Hospital Universitário, da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis. Já está no sexto ciclo de quimioterapia e se considera privilegiada pois não sente os mesmos sintomas de outros pacientes submetidos ao tratamento, como sangramentos orais, vômitos e fraqueza. Preocupada com a saúde antes mesmo de descobrir o câncer, Carolina ficou muito feliz em saber que existe um sorvete desenvolvido especialmente para pessoas em tratamento de doenças.

Poder sentir o sabor do sorvete é mais um motivo para Carolina celebrar a vida. Ela é contadora e administradora de empresas e gosta muito de viajar. Além dos Estados Unidos, já conhece países da Europa e da América do Sul. Estava com tudo pronto para ir morar na Califórnia com o marido, quando, 15 dias antes da viagem, descobriu que estava com câncer linfático. “Minha vida mudou completamente”, desabafa. Carolina trocou as viagens internacionais pelo ir e vir para o HU, onde fica internada na Clínica Médica II, uma das unidades onde os testes com o sorvete estão sendo realizados. Diariamente experimenta um, conforme orientações da nutricionista Aline Valmorbida, que acompanha a pesquisa.